Postagens

Dispositivos Auxiliares

Imagem
Exemplos de Dispositivos Auxiliares Todo elemento de Sinalização Viária que não está incluído nos subsistemas Sinalização Vertical e Sinalização Horizontal , muito provavelmente, faz parte deste grupo que abordaremos neste artigo chamado de Dispositivos Auxiliares. Os Dispositivos Auxiliares são empregados no pavimento da via, fora do acostamento ou próximos de obstáculos, e estes elementos, quando instalados ou implantados, têm a função de alertarem os usuários das rodovias através das seguintes ações: Incrementar a percepção da sinalização do alinhamento da via ou de obstáculos à circulação; Reduzir a velocidade praticada; Oferecer proteção aos usuários; Alertar os condutores quanto a situações de perigo potencial ou que requeiram maior atenção. E para organizar todos os elementos de acordo com sua função, existem as subdivisões por grupos: Dispositivos Delimitadores; Dispositivos de Canalização; Dispositivos de Sinalização de Alerta; Alterações nas Características do

Sinalização Horizontal

Imagem
Exemplos de Sinalização Horizontal A Sinalização Horizontal é um subsistema da Sinalização Viária que, segundo a Resolução Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) de Nº 160/04 , é composto por pinturas de linhas longitudinais, transversais, marcações, símbolos e legendas nas pistas das ruas e rodovias que nos circundam. A mesma Resolução (Nº 160/04) também descreve que a função principal para estes elementos da sinalização é organizar o fluxo de veículos e pedestres; controlar os deslocamentos em situações com problemas de geometria, topografia ou frente a obstáculos. A proposta da Sinalização Horizontal é que complemente os sinais verticais de regulamentação, advertência ou de indicação. Existem dois aspectos muito importantes que diferem os tipos de Sinalização Horizontal, que são: Padrão do Traçado e as Cores do elemento. Com as variações destas características, são formados os seguintes grupos de classificação: Marcas longitudinais; Marcas Transversais; Marcas de Canalização;

Sinalização Vertical

Imagem
  Exemplos de Sinalização Vertical Você já imaginou dirigir por uma rodovia sem as placas para regulamentar a velocidade, advertir quanto as curvas sin uosas de alguns trechos, orientar qual alça de um dispositivo devemos entrar e até mesmo indicar que chegamos na cidade que procurávamos? Eu já passei por situações em que mesmo com o auxílio das placas acabei me perdendo entre as alças de um acesso. Mas já imaginou como seria se não tivéssemos as placas para nos ajudar nas rodovias? Acredito que podemos concordar com a importância das placas, e por isso vamos abordar algumas definições técnicas sobre o assunto. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no ANEXO II, aprovado pela Resolução Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) de Nº 160/04 , define que as Placas que estamos falando são parte de um subsistema da sinalização viária chamado “Sinalização Vertical”, e que neste caso, o meio de comunicação das mensagens para os condutores é apresentado na posição vertical, contendo algumas e